Valentim não define se fica como auxiliar e analisa o próprio trabalho - Nação Palmeirense - Blog de Notícias do Palmeiras Valentim não define se fica como auxiliar e analisa o próprio trabalho - Nação Palmeirense - Blog de Notícias do Palmeiras

PUBLICIDADE

Valentim não define se fica como auxiliar e analisa o próprio trabalho


Valentim recebeu abraço de Dudu após o primeiro gol (Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press)

Alberto Valentim ainda não sabe se aceitará o convite do Palmeiras para ser auxiliar-técnico do clube em 2018. Em entrevista coletiva nesta segunda-feira, após a vitória alviverde sobre o Botafogo, o treinador preferiu não revelar seu futuro.
“Não tem clima de despedida, foi um jogo que estão todos de parabéns. Tem um carinho, respeito grande por todos. O Dudu já tinha me abraçado lá atrás. O futuro já falei, quando ganhei três partidas que perguntaram falei que não sabia se ia ser treinador aqui, em outro lugar ou auxiliar no clube. Agora sei que não serei o treinador em 2018 (do Palmeiras), mas o futuro eu vou decidir depois”, afirmou o interino, se referindo ao abraço de Dudu após o primeiro gol palmeirense.

Fato é que, comandando o clube em sua quinta passagem como treinador interino, Alberto Valentim fez sua despedida do Palestra Itália. Em 10 jogos até aqui, o técnico conquistou seis vitórias, um empate e sofreu três derrotas.

“O Palmeiras mais uma vez foi dono do jogo. Mais uma vez. E conseguimos fazer um bom jogo. Nos dez jogos do Palmeiras, em um não jogamos bem na minha opinião, contra o Vitória. Jogamos bem em todos os outros. Perdemos do Corinthians em um gol que o Carille falou de linha alta, mas foi em impedimento. Quero que busquem qual gol de linha alta que tomamos, que meu jogador perdeu na velocidade? Nenhum”, afirmou, antes de prosseguir com a análise de seu trabalho.

“Sou muito crítico, mostro vídeos a jogadores, mas em um jogo acho que não jogamos bem. Nosso melhor jogo empatamos, que foi contra o Cruzeiro. Eu queria que o Palmeiras tivesse controle do jogo em todos os jogos. Só não fizemos contra o Vitória, que tomamos três gols cedo. Contra o Corinthians foi muito equilibrado, por ser um clássico. Contra o Avaí fomos melhores, também. Demos 609 passes naquele jogo, pecamos só na última bola. Hoje tivemos o controle do jogo o tempo todo. Fico feliz de os jogadores comprarem a ideia desta forma”, concluiu.

Embora prefira não externar sua posição, a tendência é que Valentim deixe clube ao final do ano para buscar uma nova oportunidade de ser treinador em 2018. Roger Machado, contratado pelo clube, assistiu ao triunfo in loco nesta segunda-feira.
Fonte: Gazeta Esportiva

Adicione nosso site aos seus favoritos! Fique por dentro das principais noticias do Palmeiras
Valentim não define se fica como auxiliar e analisa o próprio trabalho Valentim não define se fica como auxiliar e analisa o próprio trabalho Reviewed by Julio Mateus on 09:16:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.