Com base em contrato, Ambev processa WTorre para que Parque Antárctica volte ao nome do estádio - Nação Palmeirense - Blog da Torcida Palmeirense Com base em contrato, Ambev processa WTorre para que Parque Antárctica volte ao nome do estádio - Nação Palmeirense - Blog da Torcida Palmeirense

Com base em contrato, Ambev processa WTorre para que Parque Antárctica volte ao nome do estádio


Divulgação
São raros, mas há torcedores palmeirenses que ainda dizem ir ao Parque Antárctica e não mencionam o novo nome da casa alviverde. Alguns tomam a atitude por saudosismo, outros por hábito. A reportagem do Esporte Interativo apurou com exclusividade, que a Ambev, que tem a Antárctica como uma de suas marcas, buscou o contrato de venda do terreno da Cia. Antártica para o Palmeiras em 1920, identificou algumas das exigências para a venda do terreno e percebeu que uma delas era justamente manter para sempre o nome do local de Parque Antárctica. A empresa entrou com um processo no Tribunal de Justiça de São Paulo contra a WTorre para reivindicar seu direito. O processo corre na 29ª Vara Cível do Foro Central Cível.

A reportagem do Esporte Interativo obteve acesso ao contrato digitalizado da venda do terreno, que data de 26 de abril de 1920, e também ao processo que se iniciou em 19 de fevereiro deste ano. Vale destacar que há mais exigências do que propriamente a utilização de Parque Antárctica no nome que não estão sendo cumpridas. Confira no trecho destacado no contrato:


O pagamento das multas retroativas que teriam de ser convertidos de contos de reis para reais não foram um pedido da Ambev. De acordo com a autora do processo, as condições "b" e "c" não estão sendo cumpridas. A empresa alega que a venda dos naming rights para a Allianz Seguros não precisa ser anulada ou revertida, mas que é necessário acrescentar a localização da arena ao Parque Antárctica na promoção dos eventos, sejam jogos ou qualquer evento que envolva o nome da arena. Há no processo até mesmo a sugestão da utilização de "Allianz Parque no Parque Antárctica" partindo de outros exemplos de praças esportivas nos EUA e no Canadá. Confira abaixo na imagem retirada do documento processual e também um exemplo de anúncio sem a presença do nome Parque Antárctica destacado no processo.





O descumprimento da condição "c" envolve divulgação e venda de cervejas e refrigerantes concorrentes aos produtos da Ambev na arena. No processo, imagens comprovam o descumprimento dessa condição, como você pode conferir abaixo.


O processo ainda corre em primeira instância e a WTorre está no prazo para apresentar sua defesa. A Ambev havia pedido que a WTorre fosse obrigada desde já a regularizar a situação e respeitar os direitos da empresa. De acordo com decisão da juíza Laura de Mattos Almeida em 26 de fevereiro, porém, não há motivo para que a Wtorre passe a cumprir as obrigações de mencionar em todos os anúncios que o Allianz Parque está situado junto ao Parque Antárctica, abster-se de permitir a venda de produtos similares aos da Ambev no local e abster-se de permitir a distribuição gratuita e/ou propaganda de produtos similares aos da Ambev na arena.

Vale ressaltar que o Palmeiras não é parte do processo.

FONTE: ESPORTE INTERATIVO

Adicione nosso site aos seus favoritos! Fique por dentro das principais noticias do Palmeiras
Com base em contrato, Ambev processa WTorre para que Parque Antárctica volte ao nome do estádio Com base em contrato, Ambev processa WTorre para que Parque Antárctica volte ao nome do estádio Reviewed by Unknown on quarta-feira, março 28, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.