Palmeiras fecha 2017 com 2º maior superávit de sua história - Nação Palmeirense - Blog de Notícias do Palmeiras Palmeiras fecha 2017 com 2º maior superávit de sua história - Nação Palmeirense - Blog de Notícias do Palmeiras

PUBLICIDADE

Palmeiras fecha 2017 com 2º maior superávit de sua história


Vitor Hugo foi a maior venda do Palmeiras em 2017 e rendeu R$ 17 milhões (Ale Cabral/Gazeta Press)

O Palmeiras não ganhou títulos, nem conseguiu uma grande venda de atleta para o exterior em 2017, mas fez da temporada passada a segunda melhor do ponto de vista financeiro em toda sua história. Foram R$ 56,4 milhões de superávit, performance inferior apenas a de 2016, quando o Verdão conquistou o Brasileirão e negociou Gabriel Jesus com o Manchester City.
Os números foram aprovados pelo COF (Conselho de Orientação Fiscal) alviverde em reunião na última terça-feira. O balancete de dezembro apresentou lucro pouco superior a R$ 800 mil, garantindo o 14º mês consecutivo no azul – algo inimaginável nos primeiros anos desta década.

O Palmeiras foi deficitário, por exemplo, nas temporadas de 2014 (R$ -27,6 milhões), 2013 (R$ -22,6 milhões), 2011 (R$ -22,7 milhões), 2010 (R$ -25,5 milhões) e 2009 (R$ -41,2 milhões). A série de prejuízos começou a dar lugar a um clube saudável a partir de 2015, no terceiro ano da gestão de Paulo Nobre (confira todos os resultados da década no fim da matéria).

Já os R$ 56,4 milhões de superávit em 2017 são R$ 33,1 milhões inferiores a 2016. Mas vale ressaltar: a venda de Gabriel Jesus rendeu R$ 46,7 milhões na temporada retrasada, que ainda registrou a entrada de R$ 17 milhões como prêmio pelo título do Campeonato Brasileiro – a bonificação foi paga pela CBF.

Detalhe: Verdão e Crefisa gastaram, juntos, mais de R$ 100 milhões com reforços no último ano. A lista de atletas contratados conta com Borja, Deyverson, Guerra, Luan, Juninho, Fabiano, Guerra, Hyoran, um percentual de Dudu, entre outros. Por outro lado, a maior venda foi a do zagueiro Vitor Hugo, que rendeu aos cofres alviverdes R$ 17 milhões.

Se não bateu 2016 em cifras, o ano passado praticamente sepultou a dívida alviverde com o ex-presidente Paulo Nobre. De acordo com a última atualização, de dezembro, restam apenas R$ 22 milhões de uma pendência que chegou a ultrapassar R$ 200 milhões em 2014. Somente em 2017, o Palmeiras devolveu a Nobre aproximadamente R$ 34 milhões.

DESEMPENHO FINANCEIRO DO VERDÃO NA DÉCADA:
– 2017: R$ 56,4 milhões
– 2016: R$ 89,5 milhões
– 2015: R$ 10,5 milhões
– 2014: R$ -27,6 milhões
– 2013: R$ -22,6 milhões
– 2012: R$ 31,8 milhões
– 2011: R$ -22,7 milhões

O PALMEIRAS MÊS A MÊS EM 2017:
– Janeiro: R$ 463 mil
– Fevereiro: R$ 3,1 milhões
– Março: R$ 10,2 milhões
– Abril: R$ 6,2 milhões
– Maio: R$ 7 milhões
– Junho: R$ 6,1 milhões
– Julho: R$ 2,7 milhões
– Agosto: R$ 11,6 milhões
– Setembro: R$ 2,3 milhões
– Outubro: R$ 897 mil
– Novembro: R$ 5,1 milhões
– Dezembro: R$ 807 mil
TOTAL: R$ 56,4 milhões
Fonte: Blog do Jorge Nicola

Adicione nosso site aos seus favoritos! Fique por dentro das principais noticias do Palmeiras
Palmeiras fecha 2017 com 2º maior superávit de sua história Palmeiras fecha 2017 com 2º maior superávit de sua história Reviewed by Julio Mateus on 11:32:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.