Palmeiras para na trave e Derby segue alvinegro - Nação Palmeirense - Blog da Torcida Palmeirense Palmeiras para na trave e Derby segue alvinegro - Nação Palmeirense - Blog da Torcida Palmeirense

PUBLICIDADE

Palmeiras para na trave e Derby segue alvinegro

O Derby ganhou contornos em preto em branco nos últimos dois anos. Após ter 100% de aproveitamento no clássico em 2017, quando foi campeão brasileiro, e vencer o Paulista em cima do arquirrival, o Alvinegro dominou o Alviverde na tarde deste domingo, na Arena, e, contando com a ajuda da trave nas poucas chances palmeirenses, venceu por 1 a 0. O gol, como virou costume, foi de Rodriguinho, ainda no primeiro tempo.
Com o resultado, o Timão chega a dez pontos conquistados na competição, ultrapassando o próprio Palmeiras e se estabelecendo na segunda colocação do torneio, enquanto o time da zona oeste paulistana estacionou nos oito pontos, perdendo pela primeira vez no Brasileiro e, mais uma vez, em Itaquera. As duas quedas na casa corintiana foram as únicas derrotas palmeirenses como visitante na temporada.
Na próxima rodada, os comandados de Fabio Carille terão pela frente a equipe do Sport, no domingo, às 16h (de Brasília), no Recife. Antes, porém, encaram um confronto decisivo diante do Deportivo Lara, em Barquisimeto, na Venezuela, ocasião em que uma vitória classifica a equipe para a próxima fase da Copa Libertadores da América. Já Roger Machado e seu elenco, classificados de forma antecipada às oitavas do torneio continental, fecham sua chave contra o Junior Barranquilla, quarta, às 21h45 (de Brasília), no Allianz Parque. Pelo Brasileiro, o rival será o Bahia, sábado, às 21h (de Brasília), também no Allianz.
Sergio Barzaghi / Gazeta Press
Quem não faz, toma
Um ditado que o leitor nunca deve ter ouvido para falar sobre futebol consegue resumir razoavelmente o que aconteceu no primeiro tempo da partida disputada na Arena. Em uma partida com duas propostas táticas e bem executadas, principalmente a do Palmeiras, melhor visitante da temporada na elite do futebol brasileiro, os dois times tiveram uma chance clara cada, mas só o Corinthians soube aproveitar.
Os primeiros lances de perigo ficaram a cargo do Timão, que tentou uma pressão inicial, rondou a área do adversário e poderia ter aberto o placar em bom chute de fora da área de Maycon, que passou raspando a trave de Jailson. A resposta do Alviverde veio com o melhor jogador da equipe na etapa inicial. Keno recebeu na direita, passou fácil pela marcação de Sidcley e cruzou forte para defesa de Cássio.
Os visitantes adiantaram a marcação e passaram a dar muitas dificuldades para os alvinegros, que se resumiram a rodar a bola defesa e, nas esticadas, verem a defesa prevalecer sobre o baixo ataque corintiano. Em uma rara boa escapada dos donos da casa, Sidcley foi bem ao chegar à lateral da área, tocou para Jadson e o meia ajeitou para Gabriel chutar. A bola desviou e passou raspando a trave de Jailson.
Em meio à marcação pressão, o Verdão teve a chance de ouro para inaugurar o marcador. Lucas Lima e Dudu tramaram, a bola ficou com Keno e ele acionou Thiago Santos, livre na grande área. O meio-campista deixou a bola quicar e chutou forte, mas carimbou a trave de Cássio. A resposta dos anfitriões foi fatal. Pedrinho limpou Bruno Henrique e Thiago no contra-ataque e acionou Jadson. O camisa 10 esperou Maycon e passar e serviu o volante, que chutou rasteiro. Jailson desviou e Rodriguinho, sem goleiro, abriu o placar.
Trave e Jailson evitam outros gols
O segundo tempo voltou com o ânimo corintiano aparentemente renovado pela vantagem no placar, trocando passes com mais naturalidade e acionando bastante Romero pelo lado esquerdo, levando vantagem sobre Marcos Rocha no duelo particular. Em grande lance, o paraguaio entrava na área quando foi derrubado pelo defensor palmeirense. Falta batida por Jadson e afastada na pequena área por Thiago Santos.
Incomodado com a falta de criação da sua equipe, que chegou em chute de longe de Bruno Henrique, carimbando a trave, Roger Machado acionou Guerra para a vaga de um discreto Lucas Lima. Quem continuou levando perigo, no entanto, foi o Timão. Após vacilo de Antonio Carlos, Maycon deu belo drible da vaca em Marcos Rocha e partiu pela esquerda, cruzando rasteiro para Pedrinho na sequência. O garoto bateu de primeira e parou em boa defesa de Jailson. No escanteio, Balbuena teve a chance, mas cabeceou por cima do gol.
Mesmo em vantagem, o Alvinegro seguiu jogando em cima do rival, que tentava novas alternativas com Tchê Tchê e Willian nas vagas de Thiago Santos e Borja. Em outro bom lance do ataque, Jadson deu lindo passe por elevação para Rodriguinho, que parou em nova ótima intervenção de Jailson. Depois de uma série de escanteios, o Verdão quase aproveitou em contragolpe, mas Tchê Tchê mandou por cima do gol.
Sem transformar seu domínio em uma vantagem maior, o Corinthians tentou segurar a bola no ataque. No lance mais emblemático, Romero equilibrou a bola com a cabeça, para delírio da torcida e raiva dos adversários. O Timão, porém, viu o Palmeiras partir para a pressão nos minutos finais, apostando nas bolas alçadas na área. Na mais perigosa delas, Antonio Carlos aproveitou a tentativa da defesa de sair em linha de impedimento, subiu livre de marcação e carimbou a trave de Cássio, que tranquilizou a torcida ao ficar com a bola para assegurar o trunfo.
FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 1 X 0 PALMEIRAS
Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
Data: 13 de maio de 2018, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Anderson Daronco (Fifa-RS)
Assistentes: Rafael da Silva Alves (RS) e Elio Nepomuceno de Andrade Junior (RS)
Público: 34.967 pagantes
Renda: R$ 2.006.830,27
Cartões amarelos: Maycon, Mantuan (Corinthians); Edu Dracena, Borja e Dudu (Palmeiras)
Gols:
Rodriguinho, aos 38 minutos do primeiro tempo
CORINTHIANS: Cássio; Mantuan, Balbuena, Henrique e Sidcley; Gabriel e Maycon; Pedrinho (Mateus Vital), Jadson (Roger), Rodriguinho e Romero (Júnior Dutra)
Técnico: Fábio Carille
PALMEIRAS: Jailson; Marcos Rocha, Antônio Carlos, Edu Dracena e Diogo Barbosa; Thiago Santos (Tchê Tchê), Bruno Henrique e Lucas Lima (Guerra); Keno, Dudu e Borja
Técnico: Roger Machado
FONTE: GAZETA ESPORTIVA

Adicione nosso site aos seus favoritos! Fique por dentro das principais noticias do Palmeiras
Palmeiras para na trave e Derby segue alvinegro Palmeiras para na trave e Derby segue alvinegro Reviewed by Raphael Zambelli on 09:35:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.