Leila Pereira põe fim à hegemonia de Mustafá no Palmeiras após 13 anos - Nação Palmeirense - Blog de Notícias do Palmeiras Leila Pereira põe fim à hegemonia de Mustafá no Palmeiras após 13 anos - Nação Palmeirense - Blog de Notícias do Palmeiras

PUBLICIDADE

Leila Pereira põe fim à hegemonia de Mustafá no Palmeiras após 13 anos

Em pouco mais de três anos, Leila Pereira conseguiu o que nenhuma outra pessoa, conselheira ou presidente, havia feito no Palmeiras: acabar com a hegemonia de Mustafá Contursi no Conselho Deliberativo (CD) do clube, que perdurava desde de que seu ciclo como mandatário foi encerrado, em 2005. A força da empresária, que começou a patrocinar o clube em 2015, ficou evidente na noite desta segunda-feira.
Em reunião do CD, foi aprovada a alteração no tempo de mandato de dois para três anos com direito a reeleição. Tratou-se de uma vitória gigantesca para Leila Pereira e Mauricio Galiotte. Graças a medida, a conselheira poderá se candidatar em 2021, enquanto o presidente será candidato em um pleito que perdurará três anos. Contrários a alteração, Paulo Nobre e Mustafá Contursi sofreram grande derrota.
As disputas só evidenciam como é confuso o cenário político do Palmeiras. Mauricio Galiotte está no poder graças a Paulo Nobre tê-lo indiciado como sucessor. O atual presidente, foi candidato único ao final de 2016, quando Mustafá Contursi colaborou para costurar uma trégua com grupos opositores e eleger o atual mandatário. Neste raro momento, o quarteto esteve junto politicamente.
Djalma Vassão / Gazeta Press
Com pouco tempo no comando do clube, porém, Galiotte rompeu com Paulo Nobre por conta da eleição de Leila Pereira ao Conselho Deliberativo. Na ocasião, além do atual presidente, a empresária teve o apoio de Mustafá Contursi, que ajudou a comprovar no CD que seu título de sócia é datado de 1996, contrariando Nobre, que tentou impugnar a candidatura dela ao cargo alegando que o título era de 2015.
Durante certo período, Leila, Galiotte e Musfatá estiveram lado a lado no Palmeiras, mas um escândalo sobre Mustafá supostamente vender de forma irregular ingressos recebidos por Leila Pereira fez com que o grupo rachasse novamente e o ex-presidente se juntasse a Nobre contra a patrocinadora, que passou a fazer duras críticas ao antigo aliado.
Na alteração do mandato presidencial, Leila/Galiotte venceram, mas a rixa vai esquentar de novo em novembro. Ainda não há chapas definidas para a disputa presidencial deste ano, mas a tendência é que o atual presidente busque a reeleição contra Genaro Marino, seu atual primeiro vice e que deverá ser apoiado por Nobre/Mustafá. Os grupos precisam da aprovação do filtro do Conselho Deliberativo para concorrerem na eleição entre os associados.
Apesar de ouvir apelos de seus correligionários para se candidatar, Paulo Nobre não está disposto a voltar a mergulhar de forma tão intensa na política alviverde neste ano. No entanto, nos bastidores do clube já se comenta que existe a possibilidade de o ex-mandatário voltar a se candidatar em 2021, já que ele, apoiado por Mustafá, é visto como o único capaz de vencer Leila Pereira.
FONTE: GAZETA ESPORTIVA

Adicione nosso site aos seus favoritos! Fique por dentro das principais noticias do Palmeiras
Leila Pereira põe fim à hegemonia de Mustafá no Palmeiras após 13 anos Leila Pereira põe fim à hegemonia de Mustafá no Palmeiras após 13 anos Reviewed by Raphael Zambelli on 18:10:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.