Veja como cresceu tanto a rivalidade entre Palmeiras e Santos - Nação Palmeirense - Blog da Torcida Palmeirense Veja como cresceu tanto a rivalidade entre Palmeiras e Santos - Nação Palmeirense - Blog da Torcida Palmeirense

Veja como cresceu tanto a rivalidade entre Palmeiras e Santos

Compartilhe nas redes sociais!

Gostou? Deixe seu curtir


Palmeiras e Santos têm protagonizado nos últimos três anos a principal rivalidade do futebol paulista, com disputa de títulos, polêmicas e provocações. Os rivais voltam a se enfrentar no próximo sábado, às 19h, na arena alviverde, em jogo tratado como decisivo para as pretensões dos dois no Campeonato Brasileiro.
No G-4 do torneio, Verdão, quarto colocado com 43 pontos, e Peixe, vice-líder com 44, duelam para ver quem ainda pode pensar em se aproximar do Corinthians na liderança – o primeiro colocado soma 54 pontos, a 13 rodadas do fim da competição.

De 2015 para cá, palmeirenses e santistas se acostumaram a decisões. Enquanto o clube da Baixada levou a melhor nos Paulistas de 2015 e 2016, o time da capital venceu a Copa do Brasil de 2015 e o Brasileirão de 2016, em competições que tiveram o Peixe como vice.

Além dos títulos, os clássicos das últimas três temporadas foram marcados por polêmicas, provocações e grandes jogos. Relembre alguns momentos desse histórico recente:

Os títulos do Santos

A final do Paulistão de 2015 foi o estopim para que a rivalidade entre as equipes voltasse com tudo. No jogo de ida, após Dudu desperdiçar cobrança de pênalti, Ricardo Oliveira fez questão de comemorar o erro do rival aos berros em frente ao camisa 7. Tal atitude foi vista como provocação pelos palmeirenses, que venceram por 1 a 0.

Um vídeo vazado após o jogo mostrava Robinho, Gabigol e Alison cantando um funk no qual Robinho dizia: "Vamos detonar o Palmeiras, o meu Peixão é que vai vencer".

No duelo da volta, Dudu foi expulsou e acabou agredindo o árbitro. No fim, a festa foi toda santista na Vila Belmiro, com vitória nos pênaltis – após 2 a 1 para o Peixe no tempo normal – e título confirmado.

No ano seguinte, novamente na Vila e nos pênaltis, mas pela semifinal do Paulistão, o Peixe eliminou o Palmeiras e avançou para, semanas depois, confirmar a conquista diante do Grêmio Osasco Audax.

Os títulos do Palmeiras

Para muita gente, o Santos chegou à decisão da Copa do Brasil de 2015 como favorito. E até venceu o primeiro jogo da final, disputado na Vila: 1 a 0. Porém, no duelo da volta, na arena alviverde, o Verdão venceu por 2 a 1, com direito a dois gols de Dudu. Na decisão por pênaltis, brilhou a estrela de Fernando Prass, que defendeu a cobrança de Gustavo Henrique e marcou o gol que confirmou o título para os donos da casa.

No ano seguinte, já com Cuca no comando, o Palmeiras construiu uma campanha muito regular e não deu chances ao Peixe no Brasileirão. No primeiro turno, os santistas até festejaram no vestiário da Vila um gol marcado pelo Coritiba nos minutos finais da partida contra o Verdão mas, no fim, foram nove pontos de vantagem para o vice-líder no torneio.


Festa do título brasileiro de 2016 do Palmeiras (Foto: Marcos Ribolli)

Prass x Oliveira
Troca de acusações, agressão, pisão, caretas e provocação. Teve de tudo nos encontros entre o goleiro Fernando Prass e o atacante Ricardo Oliveira nos clássicos recentes. O futebol dentro de campo também foi representado por belos gols e lindas defesas, mas o fator externo pesou neste duelo particular.

Pelo Brasileirão de 2015, os dois trocaram acusações após a vitória palmeirense por 1 a 0, na arena. O goleiro reclamou de um soco fora de uma disputa de bola, enquanto o atacante afirmou ter sofrido um pisão na saída de campo. No returno daquele ano, a vitória santista na Vila ficou marcada pelo gol do atacante alvinegro e a careta de deboche em provocação ao goleiro rival.


Ricardo Oliveira faz careta e provoca Fernando Prass (Foto: Marcos Ribolli)

Provocações oficiais
Após a conquista da Copa do Brasil, palmeirenses levaram para o gramado máscaras com o rosto de Ricardo Oliveira, ironizando a careta feita pelo atacante santista no Brasileirão. Na hora da foto com a taça, os palmeirenses repetiram o gesto (incluindo o então presidente, Paulo Nobre). A conta oficial do Verdão no Twitter também entrou na onda. A resposta santista veio no ano seguinte, após o título paulista.







Lucas Lima x palmeirenses

O meia Lucas Lima tem uma relação intensa com a torcida palmeirense nas redes sociais. Depois de ser alvo de brincadeiras após a decisão da Copa do Brasil, quando, dizem os torcedores do Verdão, o alvinegro "ficou no bolso" do volante Matheus Sales, o jogador, sempre que pode, dá uma cutucada na internet após tropeços do rival. Do outro lado, Dudu e Gabriel Jesus tentaram responder as provocações.

Na última semana, ironicamente, surgiu o informação de que o camisa 10 santista poderia ir para o Verdão em 2018.

Felipe Melo x Vila Belmiro

A temporada de 2017 poderia ser considerada até a mais light dos últimos anos. Mas a vitória do Verdão no Paulista voltou a aquecer a rivalidade.

No fim da primeira etapa, quando os jogadores do time então comandado por Eduardo Baptista caminhavam em direção ao vestiário, Felipe Melo ouviu provocações da torcida alvinegra. Ao término da partida, após virada do Palmeiras nos minutos finais, o atleta aproveitou para rebater – sempre "com responsabilidade" – e alfinetar a pouca presença de torcedores na Vila Belmiro.


Felipe Melo comemora o gol da virada palmeirense na Vila Belmiro, no Paulistão (Foto: Marcos Ribolli)


Fonte: Globo Esporte
Veja como cresceu tanto a rivalidade entre Palmeiras e Santos Veja como cresceu tanto a rivalidade entre Palmeiras e Santos Reviewed by Julio Mateus on 10:24:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.