Palmeiras não usa, mas também não quer ceder Rafael Marques. Por quê? - Nação Palmeirense - Blog da Torcida Palmeirense Palmeiras não usa, mas também não quer ceder Rafael Marques. Por quê? - Nação Palmeirense - Blog da Torcida Palmeirense

PUBLICIDADE

Palmeiras não usa, mas também não quer ceder Rafael Marques. Por quê?

Compartilhe nas redes sociais!

Gostou? Deixe seu curtir


A situação de Rafael Marques no Palmeiras chama a atenção do mercado. Encostado, ele é alvo de diversas propostas, mas resiste à tentação de ir a um clube em que jogaria mais. O último interessado foi o Internacional, de olho em uma troca com Valdívia. Embora a decisão ainda não tenha sido tomada de maneira oficial, a tendência é que o atacante continue no Palestra Itália.

Antes, ele já havia sido sondado pelo Sport para uma possível troca envolvendo o lateral Samuel Xavier. O São Paulo chegou a cogitar aceitá-lo como moeda de troca em outro negócio que envolveria troca: desta vez, pelo Michel Bastos. No início do ano passado, Rafael foi cotado como opção para o ataque do Grêmio. Ele também teve seu nome citado em uma possível troca por Luan, do Vasco, há cerca de um mês. Nunca o negócio avançou. 

Mas por quê? O que faz o Palmeiras ter tanta vontade de manter um atacante que não é tão aproveitado?

Rafael é visto pela comissão técnica como um atleta experiente e versátil. Ele pode jogar aberto, como já declarou diversas vezes que gosta, ou como centroavante. Dentro de campo, ele ainda sempre apareceu em horas importantes. Não à toa, é um dos artilheiros do time em clássicos regionais, ao lado de Dudu, com sete gols.

Além disso, o atacante é muito querido no grupo. No ano passado, ele recebeu o apoio de todos do elenco em uma discussão ríspida com Cuca. Ainda em termos financeiros, Rafael abriu mão de um dinheiro que teria a receber na China para poder renovar seu vínculo com o Palmeiras por dois anos, o que gerou muitos elogios com a diretoria comandada por Alexandre Mattos.

E Rafael Marques também não sabe se quer sair...

Por não ser tão aproveitado, Rafael já considerou a chance de sair do clube. Especialmente no início do ano, quando chegou a ser cogitado que nem na lista de inscritos para o Estadual ele estaria.

Superada essa fase e com a vaga garantida, ele sonha com mais chances no elenco e de aumentar o aproveitamento. Neste ano, atuou por apenas 75 minutos e fez um gol, contra o Mirassol. Nas outras, acompanhou do banco de reservas.

Rafael Marques também tem orgulho de conseguir vencer a desconfiança que despertou na sua chegada. Como já havia passado pelo Palmeiras em 2004, o atacante foi muito questionado assim que chegou. Com o tempo, conquistou o respeito e o carinho do torcedor e virou até alvo de brincadeiras como a do apelido Benzemarques. 

Em 2015, no seu primeiro ano no clube, ele fez 15 gols em 56 jogos, com direito a algumas atuações marcantes contra Corinthians e São Paulo. No ano passado, ele já foi menos aproveitado, com cinco gols em 34 jogos.

Embora queira muito ficar, o jogador diz saber o momento de sair caso perceba que não terá mais lugar no grupo. Ao menos por enquanto, não é o que sinaliza o técnico Eduardo Baptista. Ele tem contrato até o fim deste ano. Se mudar de ideia, Rafael seria mais um da lista de atacantes que deixou o Palmeiras recentemente por falta de aproveitamento. Lucas Barrios e Leandro Pereira são exemplos disso.
Fonte: UOL
Palmeiras não usa, mas também não quer ceder Rafael Marques. Por quê? Palmeiras não usa, mas também não quer ceder Rafael Marques. Por quê? Reviewed by Julio Mateus on 21:57:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.